DOMINIQUE WOLTON INTERNET E DEPOIS PDF

Internet e depois? Uma teoria crtica das novas mdias. Isabel Crossetti. Porto Alegre: Sulina 2 Edio, Considera-se que tal formato favorecer mais os estudos, oposto ao formato de simples resenha com citaes. Em sntese, Wolton busca nesta obra defender a reflexo sobre o estatuto comunicao, ao consider-la parte essencial da democracia.

Author:Mitaur Kegar
Country:Nepal
Language:English (Spanish)
Genre:Art
Published (Last):4 March 2013
Pages:63
PDF File Size:16.25 Mb
ePub File Size:6.32 Mb
ISBN:331-7-35030-261-9
Downloads:43379
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Fecage



Trata-se, no conjunto, de modificar as relaes humanas e sociais, o que prova o quanto, sem grande relao com as performances dos instrumentos. O termo que convs aqui o de transferncia.

As dimenses psicolgicas so de fato essenciais na atrao pelas novas tecnologias, pois estas vm ao encontro do profundo movimento de individualizao de nossa sociedade. Elas simbolizam a liberdade e a capacidade de dominar o tempo e o espao, um pouco como os automveis nos anos Trs palavras so essenciais para compreender o sucesso das novas tecnologias: autonomia, domnio e velocidade.

Cada um pode agir, sem intermedirio, quando bem quiser, sem filtro nem hierarquia e, ainda mais, em tempo real. Eu no espero, eu ajo e o resultado imediato. Isto gera um sentimento de liberdade absoluta, at mesmo de poder, de onde se justifica muito bem a expresso "surfar na Internet".

Este tempo real que perturba as escalas habituais do tempo e da comunicao provavelmente essencial como fator na escala de seduo. A adversidade do tempo vencida, sem a dificuldade da presena do outro. E pode-se assim navegar ao infinito, com uma mobilidade extrema. Pela sua abundncia, os sistemas de informao relembram um pouco os hipermercados, "o grande consumo" de informao e de comunicao. A fartura est disponvel a todos sem hierarquia, nem competncia com a ideia de que se trata de um espao transparente.

Compreende-se que isto nutra doces utopias. Um mundo aberto acessvel a todos, e que finalmente d uma chance a cada um, quais sejam seu itinerrio profissional e seus diplomas. E por isso que as novas tecnologias adquiriram uma dimenso social: elas representam um pouco "uma nova chance" para todos aqueles que perderam a primeira.

As novas tecnologias so, como uma figura de emancipao individual, "uma nova fronteira". No somente a abundncia, a liberdade e a ausncia de controle que seduzem, como tambm essa ideia de uma autopromoo possvel, de uma escola sem sem m, nem controle. Alis, no no estremo o novo mundo, na Califrnia, onde fica o Vale do silcio, smbolo de todas as emancipaes possveis?

A Web torna-se uma figura de utopia, de uma sociedade onde os homens so livres, capazes de se emancipar por eles mesmos. Nada disso falso e corresponde ao esprito de nossa poca, que valoriza a liberdade individual, em um momento no qual no h muito mais terreno para aventuras, nem de evases a serem oferecidas s novas geraes. As novas tecnologias constituem incontestavelmente um espao de abertura, um faroeste, uma referncia a utopia.

Sem dvida so o correio eletrnico e as funes anexas de tratamento de texto as aplicaes mais sedutoras. Escrever, se corresponder, arquivar, apagar, sem limite, sem esforo, continuamente, fora das presses do tempo e do espao, constituem o principal trunfo dos sistemas automatizados. Cada um faz o que quer e quando quer: sem Deus, nem mestre. Est a o mago do ideal individualista liberal. O indivduo o nico responsvel por si mesmo, e fora qualquer estrutura pode livremente desenvolver sua competncia, assegurar seu destino, se cultivar, se corresponder, criar relaes.

BROTHER HL 2070N MANUAL PDF

Dominique Wolton

Podemos alegrarnos por el movimiento de innovacin que se est pro- duciendo y por la creacin de empresas? Dominique Wolton. Evidentemente, si Internet permite que los personas dispongan de informacin, ganen dinero o accedan o nuevos puestos de trabajo. Por qu no?

KOMPOZER DOCUMENTATION PDF

E Depois da Internet?

Seu sucesso popular. Seu ponte feaco? Sua falta de legitimidade junto as elites culturais. De nada adiantow as pesquisas, assim como os fatos, negarem esta dupla sus- peita. Do que se falaria todos! E esta certeza da comunicagdo de massa que faz. A diver- 5 sao ea heterogencidade dos programas sao, sem davida, um das meios de compensar os efeitos desestabilizantes desta.

LA LOTERIA DE BABILONIA JORGE LUIS BORGES PDF

Internet, e depois?

.

Related Articles